Um dos desafios mais comuns que gestores costumam se deparar no dia a dia é sobre a melhoria da comunicação interna na empresa que, consequentemente, afeta também o nível de envolvimento e engajamento dos funcionários.

Além de manter os colaboradores informados sobre o que acontece dentro da organização, uma comunicação interna eficiente também auxilia no alinhamento do foco da companhia.

Bom, se você está com dúvidas de como tornar a comunicação interna na empresa um canal eficiente, fique atento a 4 dicas para isso. Continue a leitura!

1. Crie canais de comunicação interna adequados

Muitas empresas investem volumosas quantias em propagandas, ações sociais e outras ferramentas para chamar a atenção do público externo. No entanto, se esse tipo de ação for realizado de forma isolada sem se pensar também em estabelecer uma boa comunicação interna, ele pode ser um tiro no pé.

Uma boa comunicação interna na empresa garante que os colaboradores estejam totalmente alinhados aos objetivos e metas da companhia, assim como seus valores e crenças. Ou seja, é um diferencial que a ajudará a fortalecer o negócio e aos funcionários a se posicionarem a partir de fatos e certezas, e não de boatos.

Para isso, é fundamental criar canais de comunicação interna adequados, conectando as pessoas e repassando informações que evitem erros e mal entendidos entre as diferentes áreas.

2. Disponibilize espaços para o uso dos canais

Implemente ferramentas e canais de comunicação interna que possibilitem uma linguagem adequada e acessível ao público da empresa. E-mails, jornais, murais internos, revistas e intranet são alguns veículos eficientes de comunicação.

No caso de o funcionário não encontrar as informações de forma facilitada, consequentemente, poderá buscá-las em outras fontes como colegas de trabalho, por exemplo, que pode não estar tão preparado para repassar os fatos corretos.

3. Escute os colaboradores

Uma das consequências da implementação de uma comunicação interna na empresa é a oportunidade de abrir espaço para dúvidas e sugestões. Possibilitando aos colaboradores proporem soluções, é possível dar maior liberdade para que participem das melhorias da organização como um todo.

Além disso, ao escutar os trabalhadores sobre o que acontece dentro da companhia, evita-se boatos e especulações. Vale destacar que o gestor passa a ter uma visão de quem vive o dia a dia e muitas vezes pode ajudar a propor uma ideia que ajude a sair de uma situação difícil ou a resolver um problema de forma estratégica.

4. Pratique o feedback

Para estabelecer um processo de comunicação interna eficiente na empresa é fundamental incentivar um bom diálogo. Isso deve ser feito de forma contínua e constante (e não apenas em momentos pontuais de crise, por exemplo).

É por meio do feedback que é possível conhecer a opinião dos funcionários e identificar aspectos que não estejam agregando valor internamente. Além disso, com ele, o gestor consegue verificar se as mensagens foram transmitidas de maneira adequada e se ainda há dúvidas que devem ser esclarecidas.

5. Invista em tecnologia

A tecnologia pode ser uma grande aliada no processo de transmissão de informações aos funcionários. E-mails, softwares e outras ferramentas digitais podem facilitar muito a comunicação, garantindo que seja rápida e eficiente.

Mas é importante ressaltar que o contato interpessoal nunca deve ser deixado de lado. Principalmente em situações de emergência, uma conversa amistosa, honesta e transparente acaba sendo uma ótima saída para possíveis desvios de informação.

Como pudemos ver, investir em comunicação interna na empresa é uma ótima oportunidade para criar um maior engajamento entre os colaboradores e, consequentemente, estimular a produtividade e o alcance de melhores resultados.

Gostou do nosso post? Então, ajude outros interessados a solucionar as principais dúvidas sobre o assunto. Compartilhe-o nas suas redes sociais e ajude seus amigos!