A contabilidade dentro de uma empresa tem a importante função de subsidiar a gestão na tomada de decisão e gerar informações confiáveis ao controle dos gastos, redução dos tributos, ao estado da situação patrimonial e à rentabilidade e lucratividade do negócio.

Na falta de um bom planejamento, investimentos e melhorias acabam sendo inviabilizados. Por meio dos relatórios contábeis é possível analisar a situação da empresa como um todo, detectando problemas e desenvolvendo soluções.

Mas em que consiste esse relatório? Qual a sua importância para manter o controle da inadimplência do negócio? Essas e outras informações você terá neste post. Confira!

Afinal, o que são relatórios contábeis?

De forma simplificada, relatórios contábeis nada mais são que exposições detalhadas e consolidadas dos dados e informações colhidos pela contabilidade da empresa.

O principal objetivo deles é relatar os fatos financeiros e econômicos registrados em um determinado período. Em outras palavras, é uma forma mais prática e resumida de apresentar os dados de uma empresa.

Portanto, os relatórios contábeis garantem uma visão apurada da situação da empresa em relação ao seu patrimônio e às atividades desenvolvidas.

Quais os tipos de relatórios?

Existem apenas dois tipos de relatórios contábeis: os obrigatórios e os não obrigatórios. Vejamos, a seguir, com maiores detalhes cada um deles.

Relatórios obrigatórios

Também conhecidos como Demonstrações Financeiras, os relatórios obrigatórios são aqueles que devem ser apresentados obrigatoriamente por lei. Entre eles, podem ser citados:

  • Balanço Patrimonial (BP);

  • Demonstração de Lucros e Prejuízos Acumulados (DLPA);

  • Demonstração do Resultado do Exercício (DRE) etc.

Dependendo do tipo de relatório contábil é necessário que haja a publicação deste instrumento em uma mídia escrita ou jornal de grande circulação.

Relatórios não obrigatórios

Os relatórios não obrigatórios são aqueles que não exigidos pela legislação. No entanto, mesmo com caráter facultativo, eles são extremamente importantes para a tomada de decisão dos gestores e empreendedores, por exemplo, para definir quais os melhores investimentos:

  • Demonstrativo do Fluxo de Caixa (DFC): com exceção às sociedades de capital aberto ou com patrimônio líquido superior a R$ 2.000.000,00, quando se torna obrigatório;

  • Demonstrativo do Valor Adicionado (DVA): exceto para as companhias abertas.

Há vantagens nos relatórios contábeis?

Muito além de serem relatórios contábeis, obrigatórios ou não, esses documentos podem ajudar uma empresa de várias formas. Confira!

Melhora a tomada de decisões

Os relatórios contábeis são importantes instrumentos de análise no processo de tomada de decisão. Com esse recurso o gestor passa a ter uma visão mais clara e precisa da atual situação da companhia.

Assim, é possível acompanhar seu progresso e identificar oportunidades de crescimento para o negócio, com base em informações reais e transparentes.

Prepara para o Imposto de Renda

As informações mantidas, organizadas e controladas regularmente possibilitam que à época da declaração do IR, tudo seja prestado de forma transparente e com maior segurança.

O empreendedor não chegará no dia de preencher o IR e se deparar com gavetas cheias de notas fiscais, recibos, relatórios, enfim, fazer relatórios contábeis regulares significa que o sistema de gestão também está atualizado.

Reduz a inadimplência

Muito além de manter maior pontualidade nos pagamentos — como contas a pagar — o gestor passa a controlar com mais eficiência os clientes que pagam em menor tempo. Além disso, os relatórios ajudam a certificar que os fornecedores serão remunerados a tempo.

Ainda, tais relatórios auxiliam na gestão de um melhor fluxo de caixa, dando a possibilidade de realizar investimentos com base na real situação do empreendimento.

Controlar o panorama econômico e financeiro de uma organização é, sem dúvidas, fundamental para assegurar sua longevidade no mercado. Portanto, os relatórios contábeis devem estar sempre na pauta dos gestores.

Gostou do post? Quer ficar sempre por dentro desse assunto? Então, siga nossas redes sociais e veja tudo em seu feed! Estamos no Facebook e Twitter.